Teste da orelhinha é o exame realizado no segundo ou terceiro dia de vida do bebê. O procedimento consiste na colocação de uma sonda que emite sons em algumas frequências selecionadas e é usado para detectar problemas auditivos, como a surdez. Além de ser imprescindível, o teste da orelhinha é obrigatório nos recém-nascidos.

Dentre suas aplicações clínicas, as emissões otoacústicas ainda podem ser prescritas para:

▪ acompanhamento de pacientes usuários de medicação ototóxica;
▪ detecção de pacientes simuladores e com fadiga auditiva temporária após exposição a ruído intenso;
▪ diferenciação de patologias cocleares e retrococleares quando diagnosticada a perda auditiva neurossensorial.

Referência em Otorrinolaringologia


Asa Norte:

Ceilândia:

Menu